Notícias

Aniam
27/02/2020

UM TIRO PARA NOVA LARGADA

Empresas de vida longa podem se beneficiar da experiência acumulada ao longo dos anos — mas ficar presas à tradição pode ter um efeito negativo. Foi o que ocorreu com a Taurus, fabricante gaúcha de armas. Comprada em 2014 pela Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), a empresa fundada em 1939 encontrava-se mergulhada em dívidas. “Ela estava perdida, sem processos definidos e com prejuízo acumulado”, diz Salesio Nuhs, presidente da Taurus. Depois de mapear os processos e realizar diagnósticos, a nova gestão iniciou uma transformação total da companhia.

Colocou em prática ações para recuperar o caixa, como a renegociação de dívidas com credores, e tratou de reorganizar a casa: todos os processos foram revistos e, onde foi possível, automatizados. Nesse percurso, a Taurus se desfez de negócios secundários para concentrar seus investimentos no mercado de armas de fogo. Com um portfólio mais amplo e atualizado, conseguiu conquistar novos mercados. O resultado foi positivo: saiu de um prejuízo de 286 milhões de reais, em 2017, para um lucro líquido superior a 20 milhões, nos três primeiros trimestres de 2019 (os dados do último trimestre ainda não foram fechados). Veja o passo a passo da reestruturação.

1. Foco no centro do negócio
Embora a fabricação de armas seja sua atividade principal, a Taurus mantinha operações secundárias, como a produção de porcas e parafusos usados nos revólveres, além de um negócio voltado para a venda de capacetes. Após o diagnóstico, a alta gestão concluiu que seria melhor se desfazer dessas atividades e centrar esforços nos produtos principais

2. Definição de novos processos
Antes com três fábricas em Porto Alegre e São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, a Taurus fechou duas unidades e focou a ampliação de uma única, no interior gaúcho. Os processos de fabricação foram padronizados. Além disso, funcionários foram destacados como ''guardiões dos processos'', atuando como consultores internos, com total domínio da operação.

3. Renovação dos produtos
Por meio de pesquisas de mercado, a empresa percebeu que os produtos ofertados estavam desatualizados. Assim, decidiu investir na criação de novos produtos para enriquecer as já existentes linhas de revólveres e pistolas e para lançar uma coleção de armas táticas, além de opções de armas longas e esportivas.

4. Busca por novos mercados
Em um mercado de opera sob uma regulação complexa e globalmente heterogênea, a Taurus redefiniu seu protocolo com o objetivo de alcançar outros níveis de qualidade. Para isso, levou em conta as legislações de diversos países e instituições, fazendo com que seus produtos ficassem aptos a conquistar outros mercados.

Resultado, desde 2017, quando as mudanças de gestão tiveram início, a Taurus:
- Acrescentou 32 produtos em seu catálogo, responsáveis por 62% da receita de 2019.
- Ganhou mercado no continente africano e em países asiáticos, como Bangladesh e Filipinas.
- Aumentou em 145% a produtividade na fabricação de armas de fogo.

(Via https://exame.abril.com.br/revista-exame/um-tiro-para-nova-largada/)

 

 


Veja também as notícias anteriores   Veja também as notícias anteriores

 

07/07/2020 - Companhia Brasileira de Cartuchos e Taurus promovem live com atleta do Tiro Prático, Eurico Auler
04/07/2020 - Registro formal de novas armas cresce 252% no Brasil
03/07/2020 - Hospital de São Leopoldo recebe doação de equipamentos para leitos de UTI
03/07/2020 - Tribunal de Justiça do Distrito Federal recebe munições da CBC
03/07/2020 - Justiça do DF nega indenização por supostos defeitos em pistolas Taurus compradas pela Polícia Civil
02/07/2020 - Mais uma vez a Taurus vence na Justiça ações que alegam problemas nos armamentos
01/07/2020 - Taurus doa equipamentos para ampliação de UTI's em São Leopoldo
01/07/2020 - Centenário e São Camilo recebem respiradores para o enfrentamento ao coronavírus
01/07/2020 - Dobra capacidade de leitos de UTI em hospital de São Leopoldo
29/06/2020 - Procura por armas nos EUA aumenta com covid-19, protestos antirraciais e eleições
29/06/2020 - Resultado do 1T20 foi provocado pela alta do dólar, diz presidente da Taurus (TASA4)
29/06/2020 - Dólar alto impacta resultados da Taurus
29/06/2020 - Taurus anuncia receita operacional de R$ 298 mi
29/06/2020 - Taurus fica com lucro líquido de R$102,9 milhões no 1T20
29/06/2020 - Taurus: facilidade na compra de armas faz vendas dispararem
29/06/2020 - Dois terços das armas vendidas no 1º tri são de calibres antes restritos no Brasil
29/06/2020 - Sob Bolsonaro, Taurus amplia comercialização de fuzis e pistolas 9 mm e tem alta de 111% nas vendas
26/06/2020 - Armamento
26/06/2020 - Taurus renegocia pagamento da dívida para os próximos 31 meses
25/06/2020 - Chega a Rondônia primeira remessa dos 10 mil protetores faciais doados pela Taurus após pedido da deputada Mariana Carva
24/06/2020 - Ribeirão Pires entrega novos equipamentos e moderniza a Guarda Civil
23/06/2020 - CBC e Taurus promovem live com atleta da equipe brasileira de tiro esportivo, Roberto Schmits
23/06/2020 - Prefeito Dr. Link recebe doação de mais de 600 máscaras de proteção da empresa Taurus
22/06/2020 - CBC importa as munições Sellier & Bellot para atender os CACs do Brasil
22/06/2020 - Taurus salta mais de 9% com forte venda de pistolas G3c nos Estados Unidos

 

 

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.
Powered by .PACH.