Notícias

Aniam
05/11/2015

DESTAQUES DO PROJETO DE LEI QUE MODIFICA ESTATUTO DO DESARMAMENTO SÃO VOTADOS NA CÂMARA

Uma semana após a aprovação do relatório do Projeto de Lei 3722/2012 redigido pelo deputado Laudívio Carvalho (PMDB-MG), na última terça-feira (3), os parlamentares votaram os 12 destaques pendentes da última reunião. Das propostas de mudanças, apenas a da Rede foi aprovada pelos parlamentares que colocou em votação o art. 88 do Substitutivo que diz: “Não será lavrada prisão em flagrante por porte ilegal ou disparo de arma de fogo quando esta possuir registro, houver evidências do seu uso em situação de legítima defesa e o responsável tenha se identificado e permanecido no local do ocorrido, para a devida apuração dos fatos, ou se apresentado espontaneamente à autoridade policial.”

De todas as mudanças, o fim da discricionariedade foi a mais comemorada por todos, inclusive pelo próprio autor do projeto de lei, o deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC). “Demos um passo rumo a liberdade de defesa e chegamos ao final disso com a consciência tranquila. O povo disse não ao desarmamento no referendo de 2005 e aquilo foi o norte do nosso trabalho que concluímos hoje”, comemorou Peninha.

O relator agradeceu a todos principalmente ao autor do Projeto e afirmou que o Brasil entrou mais uma vez para a história. “Ganhamos uma batalha, mas outras lutas virão. A vitória é do povo! Aprovamos aqui e agora vamos à Câmara, Senado e Presidência”, afirmou. O colega parlamentar e presidente da Comissão, Marcos Montes (PSDB-MG) também seguiu a linha de agradecimentos do Laudívio. Claudio Cajado (DEM-BA), por sua vez, enalteceu a coragem do deputado Peninha ao elaborar o PL 3722/2012. “Ele foi muito ousado e eu aplaudo de pé. Não estamos revogando nada, estamos apenas atualizando tudo.
Temos que nos organizar, pois, daqui para frente a resistência será grande”, previu.

Além dos parlamentares, o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) criticou os que são contra as mudanças no Estatuto do Desarmamento. “Quem não concorda com isso não precisa buscar números e pesquisas, basta lembrar do referendo e dos mais de 60 milhões de votos”, finalizou.

 

 


Veja também as notícias anteriores   Veja também as notícias anteriores

 

05/04/2016 - Aumento de armas, diminuição de homicídios em SP
22/02/2016 - Apreensão de armas e munições contrabandeadas aumenta 43% no Brasil
17/02/2016 - Recordes brasileiros de homicídios
11/02/2016 - No Brasil do desarmamento também temos muitos motivos para chorar
05/11/2015 - Destaques do Projeto de Lei que modifica Estatuto do Desarmamento são votados na Câmara
28/10/2015 - Mudanças no Estatuto do Desarmamento são aprovadas na Câmara dos Deputados
23/10/2015 - Dez anos do referendo sobre comércio de armas e munições
29/09/2015 - Mercado ilegal de armas e munições no Brasil
13/08/2015 - Quando a vítima exerce o direito da defesa
12/08/2015 - Reta Final Abaixo Assinado PL 3722
06/08/2015 - Mitos e fatos sobre o Projeto de Lei 3722/12
03/08/2015 - Audiência Pública Projeto de Lei 3722/2012
30/07/2015 - 120 mil vidas poupadas no país do faz de conta
29/07/2015 - Lei do desarmamento põe na ilegalidade milhões de brasileiros honestos
21/07/2015 - Um cidadão pacífico não pode ser confundido com um cidadão indefeso
09/07/2013 - Brasil é o 4º maior exportador de armas do mundo, segundo relatório
12/06/2013 - Câmara estuda revogação do Estatuto do Desarmamento
11/04/2013 - Feira mostra armas que serão usadas em grandes eventos no Brasil
23/01/2013 - Desarmar o cidadão de bem não diminui a violência no Brasil.
28/01/2013 - Lições, por Denis Lerrer Rosenfield
04/01/0013 - SÉRIE ''LOUCO POR ARMAS'' RETRATA O COTIDIANO DE COLECIONADORES
27/12/2012 - Os bandidos agradecem
19/12/2012 - A paixão dos americanos pelas armas de fogo vem de longa data
11/12/2012 - Desarmar o cidadão é dar munição para o crime
06/12/2012 - SEGURANÇA - Relator defenderá venda de armas, conforme aprovado em referendo de 2005

 

 

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados.
Powered by .PACH.