Notícias

Aniam
19/04/2018

C O M U N I C A D O

A Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições (“Aniam”), em nome de suas principais associadas, CBC e Taurus, em razão dos diversos questionamentos ocasionados após a edição da Portaria nº 40 – COLOG, de 28 de março de 2018, que dispõe sobre a normatização administrativa das atividades de colecionamento, tiro esportivo e caça, vem compartilhar o que segue.

Referida Portaria, dentre outras disposições, modificou o procedimento para aquisição de armas de fogo, no comércio ou na indústria, por atiradores e caçadores, excluindo a necessidade de prévia autorização por parte do Exército.

No entanto, mencionada alteração está em desacordo com a legislação em vigor, especialmente, com o art. 4º, do Decreto 5.123, de 1º de julho de 2004, que, expressamente, exige a prévia autorização do Exército, nas aquisições de armas de fogo, realizadas diretamente da indústria:

No mais, referido descumprimento enseja o cometimento dos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e comércio ilegal de arma de fogo nos termos dos arts. 14, 16 e 17, da Lei 10.826, de 22 de dezembro de 2003.

Motivos pelos quais, logo que teve conhecimento da alteração realizada, a Aniam recebeu com surpresa a informação e contatou, de imediato, a DFPC, pessoalmente, através de seu Conselho Consultivo, bem como, por correspondência, solicitando a correção da ilegalidade identificada. Em resposta, a DFPC esclareceu que o assunto foi encaminhado ao Comando Logístico, para análise por parte da Consultoria Jurídica Adjunta do Exército (Advocacia-Geral da União).

Nossa preocupação, desde a ciência da edição da Portaria 40, foi no sentido de não expor a risco os atiradores e caçadores, assim como os lojistas e as indústrias do segmento, em razão da insegurança jurídica gerada.

As ações da Aniam e de suas associadas sempre foram no sentido de beneficiar os atiradores e caçadores, agilizando o procedimento para a aquisição de armas de fogo, tanto que, há tempos, vem propondo à DFPC alteração para simplificar o procedimento de compra, possibilitando a entrega da arma de fogo ao adquirente, em apenas 5 dias.

Cientes da importância do tema, estamos atuando junto à DFPC para uma rápida solução, pois naturalmente temos o maior interesse em atender, de forma ágil e eficiente, os atiradores e caçadores. É impensável imaginar que este não seja o anseio das fabricantes de armas. Viabilizar o comércio para pessoas devidamente habilitadas e autorizadas, sempre foi a nossa luta, contudo, não podemos descumprir a legislação e nem expor nossas associadas e seus clientes ao cometimento de crime.

Muitos ataques emocionais e sem embasamento técnico foram realizados, o que em nada contribuirá para solucionar a situação, já que a Aniam e os atiradores e caçadores possuem um único interesse, que é a agilização do procedimento para aquisição de armas e munições, seja através da indústria ou do comércio.

Assim, continuaremos no aguardo de breve manifestação jurídica por parte do Exército Brasileiro.

 

 


Veja também as notícias anteriores   Veja também as notícias anteriores

 

09/11/2018 - Guarda Civil Municipal ganha armamento moderno em SBC
09/11/2018 - Mais armamentos para as PMs da região
07/11/2018 - INICIADAS AS OBRAS DA NOVA FÁBRICA DA TAURUS NOS ESTADOS UNIDOS
07/11/2018 - DADOS SOBRE HOMICÍDIOS ALIMENTAM O DEBATE ARMAMENTISTA NO BRASIL
06/11/2018 - Taurus lança arma com dupla trava para uso policial e militar; ações sobem
05/11/2018 - ELES SURFARAM A ONDA DO BOLSONARISMO
05/11/2018 - TAURUS LANÇA ARMA DESENVOLVIDA PARA USO POLICIAL E MILITAR
01/11/2018 - DIVERGÊNCIA NO PORTE DE ARMA
31/10/2018 - Prefeitura de São Bernardo moderniza armamento da Guarda Municipal
30/10/2018 - Maioria é a favor da flexibilização das regras para porte de arma
24/10/2018 - Maior fabricante de armas do Brasil, Taurus registra aumento de 504% das ações
24/10/2018 - Taurus atribui alta das ações da companhia à gestão e bons resultados
19/10/2018 - Taurus: gestão e bons resultados alavancaram alta das ações
06/10/2018 - Ação de fabricante de armas tem valorização de 130%
06/10/2018 - Ações da Taurus dobram de Valor.
11/10/2018 - Conselho da Taurus aprova emissão de bônus de subscrição que pode movimentar até R$400 mi
11/10/2018 - RIBEIRÃO PIRES MANTÉM ÍNDICES DE CRIMINALIDADE EM QUEDA
10/10/2018 - GOVERNO AMPLIA PORTE DE FUZIL A PM
10/10/2018 - SÃO PAULO AMPLIA USO DE FUZIL PARA POLICIAIS MILITARES.
10/08/2018 -